CURSO BRASIL CONTA COMIGO DE CAPACITAÇÃO DOS PROFISSIONAIS PARA ATENDIMENTO AOS PACIENTES COM COVID-19

 

 

INTRODUÇÃO:

O vírus SARS-CoV 2, agente responsável pela nova doençaCOVID-19 se espalhou rapidamente na maioria dos países do mundo e vem diariamente fazendo muitas vítimas. A nova doença com amplo espectro de apresentações clínicas desconhecido pelos profissionais de saúde trouxe desafios importantes na terapêutica e nos cuidados globais da saúde dos pacientes afetados e, também, nas perspectivas de prevenção da infecção pelos profissionais de saúde, cuja atividade laboral pode representar risco de infecção.

A evolução científica e tecnológica em torno da COVID-19 foi de grande expressão com evolução diária. O impacto deste processo pode ser constatado nas mais de 65 mil publicações científicas existentes apenas no repositório PUBMED e que foram a público apenas no ano de 2020, além de todo material técnico produzido por diferentes instituições. Desta forma o compartilhamento sistematizado de informações torna-se ferramenta primordial para disseminação do conhecimento focado a contribuir para o processo de formação de novos profissionais de saúde.

Essa pandemia, que ameaça vidas e prejudica economias, pode causar adoecimento dos trabalhadores de saúde se medidas de segurança individual e coletivas não forem adotadas. Os profissionais que atuam na linha de frente do cuidado à pacientes infectados pelo coronavírus (COVID-19), precisam ser qualificados para exercer o seu trabalho com segurança e não correr risco de adoecer ou se tornarem vetores de transmissão da doença, tanto em seu ambiente de trabalho quanto em outros espaços que frequentem. Assim, a utilização de técnicas, equipamentos e insumos são essenciais para que esses trabalhadores desenvolvam as suas atividades laborais de forma segura e eficiente.

A Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde (SGTES/MS), em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP-USP) e o apoio de outros especialistas, propõe ações emergenciais de educação para formação dos profissionais de saúde, na produção técnico-científica de material didático e no planejamento do plano pedagógico de cursos para os profissionais que atuem, ou venham a atuar, na linha de frente do combate à epidemia.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:

A assistência ao paciente com COVID-19 trouxe novos desafios para os profissionais de saúde que necessitam de rápida e permanente capacitação para o trabalho em equipe e um maior rigor quanto à paramentação e antissepsia, e adaptação da realização dos procedimentos cotidianos.

Com proposta assíncrona, o curso foi estruturado para que os trabalhadores da saúde das diferentes categoriais profissionais possam se inscrever e realizar, à distância, o conjunto de conteúdos estruturados nos seguintes tópicos:

1) Biossegurança, EPIs e cuidados laborais na assistência;

2) Fluxo de pacientes na rede de atenção à saúde;

3) Assistência à pacientes de diferentes faixas etárias;

4) Orientações para equipes de atendimento;

5) Procedimentos-chave para cuidados dos pacientes com COVID-19.

Pela especificidade do trabalho dos profissionais médicos, de enfermagem e da fisioterapia, a orientação é que devem acessar todos os dois módulos do curso, enquanto os demais profissionais de saúde terão acesso aos conteúdos gerais e específicos constante no módulo 1.

ORGANIZAÇÃO DO CONTEÚDO:

MÓDULO 1/GERAL - acolhimento, classificação de risco, admissão e observação clínica.

Público Alvo: Profissionais, técnicos e estudantes da área da Saúde (médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos, nutricionistas, psicólogos, e demais profissionais).

Carga horária:

Este Módulo 1 contém 5 tópicos:

  1. Biossegurança, EPIs e cuidados na assistência (4 temas);
  2. Fluxo de pacientes na rede de atenção à saúde (3 temas);
  3. Assistência à pacientes de diferentes faixas etárias (5 temas);
  4. Orientações para equipes de atendimento (3 temas);
  5. Procedimentos (2 temas).

Os 5 tópicos do Módulo 1 apresentam 17 temas de atualização. Após o estudo do material didático disponibilizado (textos, infográficos e vídeos), os alunos terão que responder a 5 questões teste de múltipla escolha com 4 alternativas e somente uma resposta correta, programados para autocorreção para finalizar e mudar de tema. Ao finalizar o estudo dos temas de cada tópico existe mais um teste de múltipla escolha com 5 questões com autocorreção para a mudança de tópico de estudo. A nota de corte para passar de tópico/tema é de 70%, com direito à 3 tentativas no total, dentro de um período de uma hora, podendo analisar o acerto/erro individual das questões a cada tentativa.

B) MÓDULO 2/ESPECÍFICO - internação hospitalar – enfermarias e unidades de cuidados intensivos.

Público Alvo: Profissionais de saúde que atuam em cuidados intensivos (Médicos, Enfermeiros e Fisioterapeutas).

Pré-requisito: Conclusão do Curso básico de capacitação de profissionais de saúde para o cuidado a paciente com COVID-19.

Carga horária: 90 horas

Este Módulo 2, complementar ao Módulo 1, contém 3 tópicos:

  1. Assistência à pacientes de diferentes faixas etárias (2 temas);
  2. Orientações para equipes de atendimento (2 temas);
  3. Procedimentos (5 temas).

Os 3 tópicos do Módulo 2 temos 9 temas de atualização. A organização da avaliação dos temas e tópicos segue a mesma orientação do Módulo 1.

Em cada um dos módulos, além da parte de educação à distância com materiais didáticos (textos, infográficos e vídeos) para atualização, também existem vídeos com demonstrações práticas de treinamento simulado.

MODALIDADE:

Educação a Distância sem tutoria (autoaprendizagem)

PÚBLICO:

Profissionais das equipes de atendimento aos casos de COVID-19 (médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos, nutricionistas, psicólogos, e demais profissionais) nos setores hospitalares de diferentes níveis de complexidade dos pacientes: 1) acolhimento, classificação de risco e admissão, 2) internação hospitalar e 3) unidade de terapia intensiva.

CERTIFICADOS:

Ao final de cada módulo, desde que cumpridos os critérios de avaliação.

Última atualização: 25/Jul/2022