Curso de Atualização em Desenvolvimento Docente para a Educação Interprofissional em Saúde

Apresentação

Avançar na perspectiva da Educação Interprofissional (EIP) não representa uma tarefa simples, tendo em vista a tradição de formação uniprofissional. Políticas de valorização da EIP, que se inserem na dimensão macro da realidade, desenhos curriculares que incorporem os princípios da EIP, adoção de metodologias que facilitem o desenvolvimento de competências colaborativas, apoio institucional para avançar nessas mudanças – todos inseridos na dimensão meso da realidade – podem não ser bem sucedidos se não houver um processo de valorização e desenvolvimento do corpo docente implicado com esses desafios(Oandasan e Reeves, 2005).

O desenvolvimento docente é um aspecto que deve ser fortemente valorizado nos processos de mudanças da lógica da formação em saúde. Profissionais de saúde se inserem na docência sem, na maioria das vezes, passar por um processo de qualificação para o fazer docente, reverberando na reprodução de modelos tradicionais, com limitada capacidade de compreender e se implicar em processos de mudanças(Steinert, 2000).

Considerando a importância desses pressupostos e a capacidade indutora de mudanças do PET-Saúde/Interprofissionalidade, uma das iniciativas do Plano de Ação para a implementação da EIP no Brasil, proposto ao Ministério da Saúde pela OPAS/OMS no ano de 2016, o Curso de Atualização em Desenvolvimento Docente para a EIP foi pensado com uma das ações estratégicas para fornecer subsídios teórico-conceituais e metodológicos para que a interprofissionalidade possa se constituir como um dos princípios formativos para o desenvolvimento de competências para o efetivo trabalho em equipe, fundamentais para a oferta de serviços de saúde mais resolutivos e integrais.

Toda a estrutura do curso foi pensada para permitir, também, o diálogo permanente com iniciativas capazes de produzir evidências científicas, como forma de garantir a sustentabilidade das ações de estímulo à adoção da Interprofissionalidade na formação e no trabalho em saúde.

Esperamos que o curso possa fornecer subsídios para que a educação e o trabalho interprofissional se fortaleçam nos diferentes contextos das regiões brasileira e que possamos estabelecer uma boa relação tutor-cursista para estimular a aprendizagem significativa, colaborativa e em rede.

Objetivo geral do curso

O curso tem como objetivo geral atualizar docentes e profissionais de saúde para a adoção da interprofissionalidade na formação e trabalho em saúde, utilizando os marcos teórico-conceituais e metodológicos da EIP, como uma abordagem formativa para o desenvolvimento de competências para o efetivo trabalho em equipe.

Objetivos específicos

  • Fornecer subsídios teórico-conceituais e metodológicos para planejamento e execução de iniciativas de EIP na formação em saúde;
  • Apresentar fundamentos para a prática docente e de preceptoria capazes de promover a qualidade das iniciativas de EIP;
  • Discutir aspectos centrais do desenvolvimento docente e da preceptoria como forma de fundamentar iniciativas sólidas e efetivas da EIP;
  • Discutir aspectos de inserção da interprofissionalidade em áreas estratégicas da formação e do trabalho em saúde;
  • Estimular a incorporação de iniciativas de desenvolvimento docente e da preceptoria na formação em saúde para a EIP.

Público

Essa edição do curso é destinada aos participantes (coordenadores e coordenadoras de projetos, docentes, preceptores e preceptoras) do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde) edição Interprofissionalidade.

Modalidade

O curso será virtual, mediado por tutoria, e organizado em quatro unidades temáticas. O acesso ao curso será através do Campus Virtual de Saúde Pública – CVSP da OPAS/OMS. Cada tutor será mediador de uma turma de 30 cursistas, de diferentes segmentos do PET-Saúde Interprofissionalidade e regiões do país. Esse formato foi pensado para assegurar a troca de experiências, a aprendizagem interprofissional, colaborativa e em rede.

Duração do curso

O curso terá duração total de seis meses e carga horária total de 120 horas.

Requisitos

  • Essa edição do curso de desenvolvimento docente para a EIP está estruturada para os participantes do PET-Saúde/Interprofissionalidade. Portanto não é um curso aberto. O pré-requisito é fazer parte dessa edição do Programa, ser docente, preceptor(a) ou coordenador(a) de projeto.
  • Para obter a certificação, o participante deverá realizar todas as unidades do curso e ser aprovado nas avaliações correspondentes.Também concluir a tarefa final do curso.
  • Possuir instalações para acesso à Internet.

Estrutura das unidades e conteúdos

As atividades e conteúdo do curso estão estruturados em 4 unidades temáticas que são apresentadas em detalhes abaixo:

Unidade 1: Bases teórico-conceituais da Educação Interprofissional

  • Aula 01: Histórico da Educação Interprofissional e o processo de construção de uma definição
  • Aula 02: As dimensões fundamentais da Educação Interprofissional
  • Aula 03: Iniciativas Exitosas e Potentes para a Educação e o Trabalho Interprofissional
  • Aula 04: A relevância da educação e do trabalho interprofissional em saúde para o processo histórico de fortalecimento e consolidação do SUS

Unidade 2: Fundamentos para a qualidade das iniciativas de educação interprofissional

  • Aula 01: Definindo os objetivos de aprendizagem e competências esperadas
  • Aula 02: Teorias educacionais para orientar as iniciativas de EIP
  • Aula 03: Metodologias de ensino-aprendizagem nas iniciativas de EIP
  • Aula 04: A avaliação da aprendizagem, do processo e de resultados nas iniciativas de EIP

Unidade 3: Dimensões contextual, institucional cultural e relacional: implicações para a EIP

  • Aula 01: Educação interprofissional frente à construção das identidades profissionais e do tribalismo das profissões
  • Aula 02: Socialização Interprofissional e identidade interprofissional
  • Aula 03: Barreiras contextuais e institucionais para a educação interprofissional
  • Aula 04: Educação Interprofissional para além da sala de aula

Unidade 4: A inserção da interprofissionalidade em áreas estratégicas da formação e do trabalho em saúde

  • Aula 01: A interprofissionalidade no fortalecimento da integração ensino-serviço-comunidade e gestão dos serviços e sistemas de saúde
  • Aula 02: A preceptoria para fortalecimento da interprofissionalidade
  • Aula 03: A educação permanente e a educação em saúde como espaços estratégicos para a educação e trabalho interprofissional em saúde
  • Aula 04: Reunião e planejamento em equipe como dispositivos de desenvolvimento de competências colaborativas

Metodologia

A metodologia utilizada para esse curso contempla as seguintes atividades:

  • Leitura do material didático.
  • Reflexão da prática docente e da preceptoria sobre a realidade da formação e trabalho em saúde com foco na EIP, através de mediação por tutor.
  • Atividades avaliativas.
  • Realização da tarefa final do curso.

Recursos

O curso adotará diversos recursos para trabalhar com os temas centrais de cada uma das unidades, dentre eles:

  • Fóruns de discussão
  • Vídeos
  • Podcasts
  • Animações
  • Leituras complementares

Avaliação

  • A avaliação no curso será processual e se dará por meio de realização de atividades ao final de cada aula e tarefa no final de cada unidade, por meio de questões que abordem as discussões de cada aula.
  • Há uma tarefa final do curso que faz parte do conjunto de atividades de avaliação geral do curso.
  • O sistema de avaliação permite retroalimentação (feedback) feita pelo tutor(a), de forma que esse processo de avaliação se configure como parte da aprendizagem dos participantes do curso.
  • Todas as atividades e avaliações são obrigatórias para a certificação no curso.
Última atualização: 11/Jul/2022