Curso Virtual sobre Políticas Informadas de Evidências (PIE) - OPAS

 

 

 

 

 

Programa do curso

Introdução ao curso

Em todo o mundo, o uso de evidências científicas é considerado um fator-chave no planejamento, formulação, implementação, monitoramento e avaliação de políticas e programas de saúde. Informar a tomada de decisão com evidências de pesquisa pode melhorar os resultados nos sistemas e serviços de saúde, especialmente nos sistemas universais, onde a sustentabilidade é um desafio adicional.

Nesse contexto, as Políticas Informadas por Evidências (PIE) constituem processos sistemáticos e transparentes para a incorporação do conhecimento científico de forma equilibrada, como insumo de alto valor para a tomada de decisão e deliberação pública sobre questões prioritárias de saúde.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) coordena a Rede de Políticas Informadas por Evidências (EVIPNet) nas Américas, integrada à EVIPNet Global, presente em todas as regiões e coordenada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Seu objetivo é formar redes entre governo, academia e sociedade civil para fortalecer políticas e sistemas de saúde e melhorar seus resultados por meio do acesso, avaliação, adaptação e uso contextualizado de evidências científicas na tomada de decisões.

Este curso foi desenvolvido pela OPAS para apoiar o desenvolvimento de capacidades para fortalecer as PIE nas Américas.

 

Objetivo do curso

  • Apoiar a capacitação para fortalecer as Políticas Informadas por Evidências.

Público

  • Tomadores de decisão e gestores em diferentes níveis que formulam e implementam políticas e programas de saúde e seus apoiadores de governos nacionais e locais; pesquisadores, alunos de pós-graduação e membros da sociedade civil organizada interessados no tema.

Perfil de competência

Os participantes do curso desenvolverão habilidades introdutórias sobre:

  • Ferramentas e recursos disponíveis para apoiar o uso de evidências científicas na tomada de decisões em políticas e sistemas de saúde.
  • Aquisição, avaliação, adaptação e aplicação de evidências científicas na formulação e implementação de políticas de saúde.
  • Planejamento, preparação e uso de sínteses de evidências para informar a discussão sobre questões prioritárias de saúde pública.

Enfoque pedagógico

O curso incorpora uma estrutura orientada para o auto-estudo a distância. Adota o referencial de metodologias ativas e prioriza práticas voltadas ao desenvolvimento de competências. Os conteúdos e métodos de trabalho são adaptados das Ferramentas SUPPORT (SUPporting POlicy relevant Reviews and Trials) para Políticas Informadas por Evidências, que foram adotadas pela EVIPNet Américas, bem como outros recursos recentes.

Estrutura típica dos módulos

  • Vídeo de apresentação do tema
  • Textos de apoio
  • Exercícios 

Modalidade do curso

Curso de auto-aprendizagem, gratuito, aberto ao público e sem prazo de conclusão.

Duração do curso 

44 horas.

Estrutura del curso

Modulo 1 (4 horas) - Introdução às Políticas Informadas por Evidências (PIE)

Questão-chave: O que são as PIE e como elas se aplicam às políticas e sistemas de saúde?

Conteúdo: Conceitos e aplicações PIE / KT no contexto da tomada de decisão em políticas e sistemas de saúde. Modelo de Kingdon de tomada de decisão e janelas de oportunidade.

 

Modulo 2 (4 horas) - Evidências científicas sobre políticas e sistemas de saúde.

Questão-chave: o que são evidências científicas para políticas e sistemas e como elas se aplicam às políticas e sistemas de saúde?

Conteúdo: Conceitos de evidência (científica, institucional, coloquial, contextual) e suas aplicações em diferentes momentos da tomada de decisão. Ecossistema de evidência para políticas e sistemas de saúde

 

Módulo 3 (4 horas) – Sínteses de evidências para políticas de saúde

Questão-chave: O que são sínteses de evidências para políticas de saúde e como elas podem ser usadas nas políticas e sistemas de saúde em diferentes contextos?

Conteúdo: Apresentação dos diferentes tipos de sínteses de evidências (revisões sistemáticas (completas e rápidas), overviews, guidelines GRADE, evidence-gap maps, sínteses de evidências para políticas)

 

Módulo 4 (4 horas) - Busca de evidências científicas para políticas de saúde

Questão-chave: Onde e como encontrar evidências científicas para políticas e sistemas de saúde?

Conteúdo: Principais bases de informação em PIE e introdução ao desenvolvimento de estratégias de busca estruturada (PICO e outras estruturas)

 

Módulo 5 (4 horas) - Avaliação crítica das evidências científicas sobre políticas e sistemas de saúde

Questão-chave: Como avaliar qualidade e a confiança das evidências científicas sobre políticas e sistemas de saúde?

Conteúdo: Ferramentas disponíveis mais importantes para avaliar a qualidade e a confiança nos achados de diferentes formatos de sínteses de evidências científicas (revisões sistemáticas de evidências quantitativas, qualitativas ou mistas, overviews, guidelines etc).

 

Módulo 6 (4 horas) - Caracterização de um problema prioritário de saúde pública

Questão-chave: Como as evidências podem ajudar a definir um problema prioritário de saúde pública em diferentes contextos?

Conteúdo: Elementos-chave, frameworks e procedimentos para a caracterização de um problema quanto à sua relevância e oportunidade em um contexto específico.

 

Módulo 7 (4 horas) - Opções de política informadas por evidências para abordar um problema prioritário de saúde pública

Questão-chave: Como as evidências científicas podem ajudar a definir os elementos de uma opção para abordar um problema prioritário de saúde pública e informar sobre potenciais benefícios, riscos e custos envolvidos?

Conteúdo: Elementos-chave, frameworks e procedimentos para a caracterização de uma opção quanto às intervenções a serem consideradas, bem como seus potenciais benefícios, riscos, custos e outros aspectos relevantes.

 

Módulo 8 (4 horas) – Barreiras e estratégias para a implementação de opções informadas por evidências em diferentes contextos de políticas e sistemas de saúde

Questão-chave: Como identificar barreiras e estratégias para a implementação de opções em diferentes contextos?

Conteúdo: Elementos-chave, frameworks e procedimentos para a identificação de barreiras e estratégias de melhorar implementação em face das opções consideradas.

 

Módulo 9 (4 horas) - Considerações de equidade na implementação de PIE

Questão-chave: Como incluir a equidade como um critério para subsidiar a tomada de decisão informada por evidências em sistemas e políticas de saúde em diferentes contextos?

Conteúdo: Elementos-chave, frameworks e procedimentos para apoiar considerações sobre a equidade na elaboração de sínteses de evidências e na tomada de decisão em sistemas e políticas de saúde.

 

Modulo 10 (4 horas) – Avaliando a aplicabilidade de evidências científicas em contextos diversificados

Questão-chave: Como avaliar a aplicabilidade de evidências em um contexto de implementação específico.

Conteúdo: Elementos-chave, frameworks e procedimentos para a avaliar a aplicabilidade de evidências cientificas globais em um contexto local específicos.

 

Módulo 11 (4 horas) - Comunicação de sínteses de evidências cientificas para diferentes públicos

Questão-chave: Como comunicar as evidências científicas para os diferentes públicos interessados em um problema prioritário de saúde pública?

Conteúdo: Evidências sobre abordagens e estratégias para melhorar a comunicação de evidências científicas para diferentes públicos interessados.

 

Avaliação e certificação

Ao final do curso virtual, os participantes terão que passar por um “Exame Final” composto por vinte questões de múltipla escolha focadas em avaliar seus conhecimentos, atitudes e habilidades para aplicar as habilidades do PIE.

O Exame Final é projetado para oferecer aos participantes múltiplas oportunidades de responder corretamente até atingir a pontuação exigida de pelo menos 70%.

Os participantes que atenderem a esses requisitos e completarem a pesquisa de qualidade do Campus Virtual de Saúde Pública (VCPH) poderão baixar seu certificado de aprovação de curso emitido pela Organização Pan-Americana da Saúde.

 

 

Última atualização: 03/Jun/2022